Imagem do logotipo do site Escola de Alto Desempenho em formato de quebra-cabeça montado - em que aparecem crianças - umas à frente das outras como num círculo - olhando atentamente para a imagem de um gráfico do IDEB, no qual há o nome do site Escola de Alto Desempenho na parte inferior a ele que é um instrumento que demonstra o crescimento no desenvolvimento da educação brasileira.

 Vamos escrever juntos uma nova página da educação brasileira.


Imagem-contendo-dois-modelos-do-livro-Escola-de-Alto-Desempenho-em-que-um-dos-exemplares-está-apoiado-na-caixa-correspondente-a-ele
32 formas para tornar a Gestão Educacional mais fácil e eficiente.
É possível ler a apresentação e um capítulo do livro Escola de Alto Desempenho. Além disso, saiba como obter um exemplar do livro!


Imagem-de-quebra-cabeça-em-que-montado-mostra-um-grupo-de-crianças-em-círculo-próximas-a-um-globo-terrestre
Faça o Download e monte o Quebra-Cabeça!
 

 PROJETOS INOVADORES

 

where can i get the abortion pill cheap

cheap abortion pill kit online

fluconazol uden recept

click fluconazol danmark link

fluconazol uden recept

click fluconazol danmark link
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d
Imagens que ensinam
fiogf49gjkf0d
fiogf49gjkf0d

Atualmente é comum perceber que muitas pessoas alugam filmes em locadoras apenas a partir de uma rápida visualização da capa da produção. Este movimento serve tanto para selecionar quanto para rejeitar. Há, normalmente, algumas informações nas capas que nos induzem a acreditar que determinado filme é bom ou ruim, digno de ser visto ou não.

Podemos, por exemplo, prestar atenção nos dados do elenco ou em quem é o diretor do filme. Informações bastante relevantes para quem busca um filme são também a origem ou o gênero da produção. Se o filme é colorido ou preto e branco, se foi produzido no ano passado ou na década de 1950, qual é a faixa etária indicada...

E se não bastasse tudo isso, ainda temos uma sinopse, ou seja, um resumo produzido por uma equipe de marketing associada à empresa que produz e/ou distribui o filme no mercado e que tem o claro intuito de vendê-lo, colocando-o no “clima” da produção e fazendo-o, já de antemão, sentir um pouco do suspense, da ação, do drama, da comédia...

É também estratégia de mercado, ao lado das sinopses, colocarem observações quanto a premiações obtidas pelo filme em festivais de cinema [Oscar, Cannes, Berlim, Veneza, Gramado...] e críticas positivas obtidas pela película nos principais órgãos de imprensa – como revistas e jornais, especializados ou não em cinema.

Agora, independentemente de todas estas informações escritas e disponibilizadas na capa de um DVD, temos também os dados visuais, compostos pelo pôster do filme [normalmente reproduzido na capa] e por fotografias da produção na parte de trás, em paralelo ou sob a sinopse.

Para quem aluga um filme, os aspectos visuais têm, muitas vezes, mais impactos e interesse e acabam, por conseguinte, sendo os reais determinantes ou definidores da ação de locar ou não tal produção...

Isso não pode deixar de ser observado... e permite exercício bastante interessante e enriquecedor para quem trabalha com filmes na escola... Ensejando a utilização das capas [ou pôsteres] e das sinopses das produções com as quais pretendemos lidar em sala de aula como elementos de trabalho prévio, anteriores a apresentação da íntegra ou de trechos da película.

É pré-requisito básico para este tipo de ação que o filme a ser utilizado tenha relação direta com os conteúdos que estão sendo trabalhados em sala de aula. Por outro lado, é opcional a realização de tal atividade como sendo objeto de avaliação - compete a cada professor, de acordo com seus critérios, cronograma e interesses.

De qualquer forma, a ideia básica é a seguinte:

1- Primeiramente apresenta-se a capa do filme. O propósito é fazer com que os estudantes pensem sobre as imagens que estão vendo, suas representatividades, conexão com o assunto estudado [ou não], a forma como interpretam ou leem tal ilustração [por que foi utilizada como capa e qual a relação que pode ser estabelecida com outras informações constantes nesse referencial, especialmente com o título].

2- Depois disso, passemos para a sinopse, ou seja, a descrição do filme. Que informações nos são passadas? Elas são relevantes ou trata-se apenas de um resumo superficial, que tem o intuito claro de vender o filme? É possível traçar paralelos entre a capa e a sinopse? Mais importante ainda, é possível relacionar estes dois elementos, capa e sinopse, com a matéria que está sendo trabalhada na disciplina?

3- As duas etapas devem promover o surgimento de debates em sala de aula e produções escritas, que podem ser individuais ou grupais.

4- O próximo passo é apresentar o filme [trechos ou íntegra] e pedir aos estudantes que, por sua vez, criem a sua sinopse ou deem sugestões de como deveria ser composta a capa.

É também possível inverter o processo e iniciar com a apresentação do filme [trecho ou íntegra], traçar as relações com a disciplina e depois explorar tanto a sinopse quanto a capa ou pôster do filme.

Em ambos os casos o que se pretende é ampliar a discussão, motivar a reflexão sobre o recurso, promover a aproximação e os paralelos entre as produções fílmicas e os conteúdos do curso e, principalmente, enriquecer o aluno com subsídios culturais que lhe proporcionem mais argumentos e capacidade real de ler o mundo ao seu redor.

Fonte: Planeta Educação / João Luís de Almeida Machado - Doutor em Educação

 ENVIE SEU COMENTÁRIO

Preencha todos os dados abaixo e clique em Enviar comentário.




(seu e-mail não será divulgado)




Voltar